quinta-feira, 24 de maio de 2018

... :-)

No meu blog http://forever-flow.blogspot.com, escrevi há algum tempo atrás o seguinte, relativamente a esta frase, precisamente: “Era infeliz no meu antigo trabalho, que é muito bonito, e usamos certas ferramentas para o realizar. O que me tornava infeliz era que usava ferramentas, quando a ferramenta sou eu própria.” Tudo o que nós temos de bom está dentro de nós, depois passa para fora materializando-se nas coisas que são importantes para cada um.

Cada um deve ter a sua própria escala de valores, e nunca faça aquilo que não gostava que lhe fizessem, seja honesto, tenha compaixão e seja simpático com as pessoas que encontra e de quem gosta. Seja amigo das pessoas que encontra.

Uma das frases que surtiu mais impacto em mim nos últimos tempos foi a seguinte: “Os nossos olhares tornam-se belos quando nos dedicamos a observar as coisas belas da vida”.

Posso dizer que esta frase é uma realidade constante. Quanto mais tempo dedicamos a observar coisas belas, mais coisas belas encontramos, e nunca é demais, há sempre um pormenor que escapou e que reencontramos, tudo no momento certo. Uma árvore, um barco, uma pessoa, uma peça decorativa, um amigo, a alegria de ver uma pessoa que não víamos há muito tempo e que vemos de novo, melhor, mais bela.

 Será que realmente ela está mais bela ou que simplesmente você está a ver a beleza dela que antes não via?
 Será que ela mudou ou será que você é que mudou?

Tenha um leque amplo de possibilidades sempre disponível. Ter muitas possibilidades torna a nossa vida mais interessante, mais cheia, nunca ficamos entediados, o tédio não é nosso aliado, devemos ter recursos para fugir dele, e esses recursos são as coisas que gostamos de fazer. As coisas que gostamos de fazer são os nossos melhores aliados, ter coisas que gostamos de fazer torna a vida mais engraçada, achar graça à vida é fundamental. Evite lamentar-se, evite ser o muro das lamentações dos outros, dê-lhes a volta, olhe para eles e upa! Mantenha a sua energia sempre elevada, não se deixe abater por um pormenor.

Houve uma história que me contaram que mexeu muito comigo, e que me levou a simplificar a minha existência:
‘Havia uma aldeia onde as pessoas se queixavam constantemente dos problemas que tinham, era uma aldeia de lamúrias e complicações. Um dia chegou um sábio e observou o que se passava lá e disse para as pessoas:
- Podem ir a uma certa montanha e pedir aos deuses que vos tirem os vossos problemas e os troquem pelos problemas de outras pessoas, pode ser que assim fiquem melhor.
Os habitantes da aldeia ficaram muito entusiasmados com a ideia e foram à procura da montanha e dos deuses e falaram com eles e explicaram o que se passava.

Os deuses ouviram as histórias e determinaram o seguinte:

Sem comentários:

Empoderamento com Riso | Yoga do Riso

Bom dia! 😁 16/31 Rir connosco próprios é do mais saudável e divertido que há 🥰 Vejam este novo exercício do riso e imaginem-se na mesma si...